Blog

Iluminação e sentimentos: Entenda a influência
Iluminação e sentimentos

Iluminação e sentimentos: Entenda a influência

Já pensou no papel da iluminação na forma como você se sente em um ambiente? A luz é capaz de proporcionar conforto, intimidade, relaxamento, entre muitas outras sensações positivas. Mas também pode causar extremo desconforto, irritabilidade e desânimo. Mas como controlar isso?

Entenda a importância da iluminação no ambiente

Por muito tempo, a iluminação foi colocada apenas como uma coadjuvante nos projetos de arquitetura, já que ainda acreditavam que ela servia apenas para a visibilidade. Mas, felizmente, hoje já não é mais assim.

Cada vez mais, profissionais e clientes veem que a iluminação é benéfica para destacar objetos, dividir ambientes, trazer soluções para a funcionalidade do local e ainda promover bem estar. E esse é o ponto que vamos explorar neste artigo.

Um ambiente mal iluminado pode gerar estresse, cansaço visual e mental e até desencadear quadros de ansiedade e depressão. Essas sensações são potencialmente mais sentidas por pessoas que já sofrem com baixa autoestima ou hiperatividade, e encontram dificuldade para relaxar em um ambiente com iluminação incorreta.

E até questões simples, como definir o tipo e a cor da luz de um escritório, deve ser bem estudada, para que as sensações sejam levadas em conta. A iluminação indireta, com cores mais quentes,  por exemplo, induz ao relaxamento, o que não é ideal para um ambiente que precisa de pessoas ativas e produtividade.

Outro erro comum é apostar em uma iluminação direta e branca em ambientes que precisam de conforto e aconchego, como quartos. Como “desligar” assim, não é mesmo?

Cromoterapia

O assunto é tão sério que existe uma área que estuda exatamente isso: a cromoterapia. Ela estuda as funções terapêuticas de cada cor (lembre-se: luz tem cor também!). O vermelho, por exemplo, ajuda a afastar o desânimo, enquanto o amarelo estimula a inteligência e criatividade e o azul traz serenidade.

Por isso, quando pensamos em luz com cor temos que considerar o uso de cada ambiente e as pessoas que ali convivem. Se elas possuem problemas de saúde, se são mais agitadas ou depressivas, se usam o espaço para estudar, trabalhar ou apenas dormir.

Para te ajudar nisso, busque orientação profissional! Os lighting designers podem te ajudar a encontrar o tipo de luminária, lâmpada e cor de luz adequada para o seu projeto, levando em conta os sentimentos envolvidos. Todos saem ganhando!

Deixar um comentário