Blog

Iluminação para cozinha: 4 dicas para aliar beleza e funcionalidade
iluminação para cozinha

Iluminação para cozinha: 4 dicas para aliar beleza e funcionalidade

Quando pensamos em um projeto de iluminação para cozinha, temos que levar em conta muitos detalhes para que a composição seja agradável e funcional.

Para isso, o planejamento é fundamental, por isso reunimos 5 dicas para iluminar esse cômodo tão importante.
Dicas de iluminação para cozinha
1 – Valorize a luz natural
Nossa primeira dica é não esquecer que uma cozinha também precisa de luz natural, até para a economia de energia. Amplas janelas e cortinas claras ajudam nisso. Lembre-se que é importante que o ambiente.
2 – Contrate uma empresa especializada em iluminação
Para iluminar com eficiência, sem prejudicar a decoração da cozinha, a ajuda profissional é sempre bem vinda. Uma empresa especializada em iluminação criará um projeto específico para a sua cozinha, levando em conta todo o mobiliário, tamanho e posição das janelas.
Com isso, você conseguirá um projeto eficiente de iluminação pontual, trazendo luz e acolhimento para o ambiente. Afinal, não basta colocar uma lâmpada no centro do ambiente. Spots de iluminação pontual, no teto, sobre a pia, fogão e armários, são de grande ajuda para facilitar a rotina no ambiente.
A Guido Iluminação e Design é especialista em projetos de iluminação para cozinha

Visite nosso Showroom e converse com nossos especialistas em iluminação para cozinha

3 – Cuidado com os pendentes
Pendentes são acessórios incríveis para a decoração e iluminação residencial, mas devem ser escolhidos com cuidado para a cozinha. Esse estilo de luminária é aconselhável para cozinhas mais amplas, sobre a mesa.
Também é interessante apostar nos pendentes sobre as bancadas, especialmente nas cozinhas integradas à sala, como no estilo americano. Uma dica: a distância máxima entre o pendente e o tampo deve ser de 1 metro.
Na hora de escolher o tamanho do pendente, não exagere. Tenha consciência que a peça deve harmonizar com o restante do ambiente, então cozinhas pequenas pedem pendentes menores também.
4 – LED: Use e abuse
Para uma iluminação mais eficiente, com foco em economia de energia e durabilidade, aposte nas lâmpadas de LED. Há diversas opções de cores no mercado, mas os tons frios – luz branca – funcionam melhor na iluminação para cozinha.
Mas, lembre-se: se a cozinha for interligada à sala, as temperaturas de luz devem harmonizar. Então, quem busca uma atmosfera acolhedora e intimista na sala, também terá que equilibrar cores mais quentes na iluminação da cozinha.
Fitas de LED também são uma ótima alternativa para iluminar prateleiras, nichos e armários. Outro ponto interessante para o uso é na bancada da pia, fixando-as na parte inferior.
 

Deixar um comentário